A project management workflow diagram written on yellow sticky notes with various steps and levels on each note: initiate, plan, execute, validate, evaluate

PMBOK 5ª edição: confira o que mudou

O PMBOK pode ser compreendido com uma padronização de diversas teorias relacionadas a Project Management, oferecendo um conjunto de práticas e processos bem definido. Assim, se tornou uma norma reconhecida por todos os profissionais que tratam diretamente de gerenciamento de projetos, introduzindo conceitos de gestão e trabalhando os três elementos essenciais a qualquer projeto, que são o ciclo de vida, o processo administrativo e as áreas de conhecimento.

O Guia PMBOK vem sendo aperfeiçoado ao passar dos anos e já está em sua 5ª edição. Desde agosto de 2013, os novos exames de certificação de Project Management Professional (PMP) estão baseados nesse novo material. Assim sendo, é importante conhecer as principais mudanças, em relação a edição anterior.

Os motivos para as mudanças PMBOK

Entre os motivos para o lançamento da 5ª edição do PMBOK está o fato de que em 2007, a ISO (International Organization for Standardization) emitiu uma nova norma, a ISO 21500: Guidance on Project Management e em 2012, ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) também divulgou a NBR 21500:2012 – Orientações sobre Gerenciamento de Projetos, exigindo assim, atualizações no PMBOK, de modo a assegurar um maior alinhamento e harmonização entre esses conceitos.

As principais mudanças PMBOK

Conheça agora as alterações mais importantes apresentadas na 5ª edição.

FAÇA O NOSSO CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS

Pense gestão

Fluxo de dados

O fluxo de dados e informações ganhou uma definição mais transparente, sendo aderente ao modelo DIKW (Data, Information, Knowlegde, Wisdom), bastante utilizado em gestão do conhecimento.

Processos de planejamento

Nesta 5ª edição, há o retorno do conceito de que cada área de conhecimento deve contar com um processo estruturado, que leva a produção de um plano de gerenciamento auxiliar. Ou seja, reforça a necessidade de dedicar tempo a uma avaliação prévia de como desenvolver o melhor plano de projeto.

Gerenciamento das partes interessadas

Houve também a inclusão de uma décima área de conhecimento, Gerenciamento das Partes Interessadas, cujo maior impacto se dá no atual Gerenciamento das Comunicações. Essa nova área possui quatro processos: identificar partes interessadas, planejar o gerenciamento das partes interessadas, gerenciar o envolvimento (ou engajamento) das partes interessadas e monitorar e controlar o envolvimento (ou engajamento) das partes interessadas.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DO NOSSO E-BOOK

8 PERGUNTA QUE TODO GERENTE DE PROJETOS DEVE FAZER!

http://conteudo.pensegestao.com.br/

Gerenciamento das comunicações

Essa área de conhecimento foi consolidada e expandida nesta 5ª edição, e agora abrange o planejar, executar e controlar informações.

Benefício-chave

Entre as mudanças PMBOK está ainda o fato de todos os processos apresentarem a descrição de um benefício-chave.

Entradas, saídas, ferramentas e técnicas

Nesta edição do Guia PMBOK é possível perceber novas regras de consistência, seguindo uma ordem mais rigorosa de precedência, sempre que entradas e saídas são listadas. Além disso, houve também um aumento no número de entradas, ferramentas e técnicas a conhecer.

Áreas de conhecimento

Em todas as áreas de conhecimento foi incluído o processo Planejar o Gerenciamento, de modo auxiliar, porém, também existem outras alterações. A saber:

Integração

No processo Desenvolver o Termo de Abertura do Projeto, foram acrescentadas novas técnicas de facilitação.

Escopo

O processo Verificar o Escopo recebeu nova denominação e passou a ser chamado de Validar o Escopo, o que dá maior relevância a este processo.

Prazo

As considerações de risco estão mais destacadas, como inputs de alguns outros processos.

Custo

Foi dada maior evidência à questão das reservas de contingência e gerencial.

Qualidade

Neste processo, novas ferramentas de gerenciamento da qualidade foram incluídas.

Comunicação

Os processos Identificar as Partes Interessadas e Gerenciar as Expectativas das Partes Interessadas foram transferidos para a nova área de conhecimento criada, o Gerenciamento das Partes Interessadas. Os processos Distribuir as Informações e Reportar o Desempenho foram reunidos em um único novo processo, Gerenciar Informações. E por fim, houve ainda a inclusão de um novo processo, Controlar Comunicações.

Partes interessadas

Alguns processos vieram de outras áreas de conhecimento e outros, foram especificamente criados para complementar essa nova área.

Quer saber mais sobre gerenciamento de projetos e ficar sempre bem informado? Curta a página do Pense Gestão no Facebook.

Até a próxima e Pense Gestão.

alexMe. ALEXANDER TERRA ANTUNES

Coautor de diversos livros, formado em Administração de Empresas, MBA em Gestão de Projetos, especialista em Gestão de Processos e Mestre em Administração com ênfase em Marketing.