business man communication connection to business

Dicas para melhorar o gerenciamento da equipe de projeto

Um dos principais papéis de quem gerencia projetos, é liderar pessoas, e essa tarefa nem sempre é fácil, muitas vezes de um projeto para o outro, a equipe pode mudar totalmente, ou então os integrantes passam por mudanças de objetivos ou até mesmo por problemas pessoais e isso tudo refletirá nas ações do projeto.

O que estamos colocando aqui pode facilmente ser verificado na 5ª Edição do Guia PMBOK, pois foi criada a área de conhecimento de gerenciamento das partes interessadas.

Um dos principais pontos que o gerente de projeto precisa focar é que quando ele assume este papel, ele não tem espaço para se esconder ou delegar a sua responsabilidade, a sua função é exatamente assumir as obrigações, uma característica importante para o gerente de projeto é saber fazer com que as pessoas confiem e se inspirem em sua liderança, o que não é muito fácil, uma vez que em uma equipe heterogênea e muitas vezes recém formada, trará dificuldades para conseguir o engajamento necessário, é quase uma missão impossível!

FAÇA O NOSSO CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS

Pense gestão

Alguns gestos como dar espaço para ideias de uma eventual melhoria, saber ouvir e ser assertivo na forma de comunicar-se poderá levar ao gerente do projeto a criar um canal aberto com o seu liderado e por sua vez o colaborador vai se sentir motivado e engajado a realizar as ações para atingir os objetivos da equipe.

Outro ponto importante é entender quem é a equipe, um erro muito comum é ter “pessoas certas em lugares errados”, saber como extrair todo o potencial da sua equipe é fator de sucesso para um gerente.

O gerente de projeto é como um franco atirador quando se trata da comunicação com a equipe ou com os demais intervenientes, é pertinente que se entenda a melhor forma de fazê-la, ou seja, acerte o alvo!

O que queremos dizer com acertar o alvo? Vou explicar, muitas vezes uma palavra errada ou mal interpretada pode gerar um ruído com a equipe que só é percebido muito tarde, a comunicação assertiva pode motivar, persuadir e desvendar o valor dos objetivos a serem alcançados e por sua vez, auxiliar na entrega do projeto dentro do tempo, escopo e custo.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DO NOSSO E-BOOK

DIFERENÇA ENTRE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

http://conteudo.pensegestao.com.br/

O PMBOK define alguns processos para que possamos entender e organizar a gestão das partes interessadas, como mostramos a seguir.

Identificar as partes interessadas.

Este processo garante a identificação das pessoas, grupos ou organizações que influenciam ou são influenciadas pelo projeto

– Planejar o gerenciamento das partes interessadas.

Uma vez que identificamos as partes interessadas, o processo de planejar poderá analisar as necessidades, interesses e a influência / impacto que essas por sua vez poderão inferir ao projeto.

– Gerenciar o engajamento das partes interessadas.

Como discorremos, este processo tem uma grande importância pois o objetivo é como trabalhar e comunicar-se atendendo as necessidades, abordando as questões conforme elas ocorrem e atuando de forma a levar o engajamento das partes interessadas para níveis superiores.

– Controlar o engajamento das partes interessadas.

Tem como objetivo monitorar o relacionamento das partes interessadas e identificar mudanças estratégias ou táticas necessárias para uma boa operação, garantindo o engajamento das partes interessadas.

As partes interessadas podem afetar o projeto de uma forma positiva ou negativa, e o grande responsável por isso será você gerente do projeto.

Até a próxima e Pense gestão.

alexMe. ALEXANDER TERRA ANTUNES

Coautor de diversos livros, formado em Administração de Empresas, MBA em Gestão de Projetos, especialista em Gestão de Processos e Mestre em Administração com ênfase em Marketing.

Referências

PMBOK – PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos: Guia PMBOK. 5a ed. Project Management Institute, 2013.