4 tendências em gestão de projetos para ficar de olho em 2016

Terminado 2015, é momento de olhar para as novas tendências de gerenciamento de projetos que emergem nesse novo ano. A cada momento, surgem novas tecnologias, metodologias e ferramentas, motivo pelo qual os profissionais da área devem estar atentos para acompanhar esse compasso de constante evolução.

A competitividade estimula a inovação e a melhoria nos processos. Portanto, não há como ignorar as novidades que chegam para somar e que, muitas vezes, revolucionam os conceitos de gestão.

Esse é o objetivo deste post: trazer à tona as 4 tendências em gestão de projetos que estarão em voga em 2016. Confira as novidades!

Liderança e comunicação

Enquanto a preocupação dos departamentos de recrutamento e seleção se fundamentava, sobretudo, na qualificação, é de se esperar um foco maior em candidatos que apresentem talentos em liderança ecomunicação.

Quer dizer, lá se vão os dias em que, para obter uma posição de gestão, era preciso apresentar diplomas e um currículo turbinado. Demonstrar aptidão para liderar e mostrar desenvoltura na escrita e na fala são habilidades essenciais para um bom gestor de projetos, o que tende a tornar essas características requisitos para a ocupação da posição.

FAÇA O NOSSO CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS

Pense gestão

Retenção de talentos

Em um cenário em que não só os profissionais estão concorrendo entre si, mas que também as empresas competem pela mão de obra mais bem qualificada, fica muito difícil manter um profissional talentoso por um longo período na mesma empresa.

Esse contexto está fazendo com que as organizações invistam pesado na retenção de talentos, seja para estabelecer um sólido plano de carreira, para oferecer melhores ganhos e benefícios ou para flexibilizar a rotina profissional por meio de concessões inteligentes.

Não importa qual seja a estratégia, reter os profissionais decisivos para o negócio é um desafio que tende a contar com políticas eficazes e cada vez mais inovadoras para o crescimento sustentável das empresas.

Home office

A tendência global é de descentralização do trabalho. Hoje, a tecnologia permite que projetos sejam gerenciados e também executados de maneira remota, sem a necessidade de atuação in loco da equipe ou dos gestores.

Essa realidade mostra como o gerenciamento de projetos se inclina para uma mudança no modo como é realizado nos dias atuais. Quer dizer, é uma realidade que deve obrigar as empresas a se adaptarem e, sobretudo, a se flexibilizarem quanto ao modo de chefiar e monitorar a produtividade e os resultados.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DO NOSSO E-BOOK

DIFERENÇA ENTRE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

baixar agora

Aplicações mobile

2015 foi o ano dos aplicativos para smartphones em gerenciamento de projetos e tudo indica que em 2016 não será diferente. Contudo, tendo em vista o sucesso desses apps, tudo leva a crer que esses sistemas vão crescer de modo mais estruturado e complexo, enquanto utilizaremos menos softwares baseados em estações de trabalho.

Quer dizer, até o final de 2016, o uso de computadores locais para o gerenciamento dos processos do projeto vai se tornar mais obsoleto do que hoje.

Pessoas cada vez mais jovens estão ocupando cargos de gerência, o que contribui para o uso e para a popularização da tecnologia móvel. Isso resulta em um efeito cascata, isto é, em uma revolução mobile desde o nível estratégico até as fases do ciclo de vida do projeto de desenvolvimento e implantação.

Percebe como as novas tendências impactarão na gestão de projetos em 2016? Você está preparado para essas mudanças? Curta nossa página no Facebook e aproveite para compartilhar suas impressões sobre o tema!

Até a próxima e Pense Gestão.

alexMe. ALEXANDER TERRA ANTUNES

Coautor de diversos livros, formado em Administração de Empresas, MBA em Gestão de Projetos, especialista em Gestão de Processos e Mestre em Administração com ênfase em Marketing.